PES 2016 Demo – Primeiras impressões e análise

Olá amigos, bom dia.

Saiu hoje na PSN brasileira e na americana a demo de Pro Evolution Soccer 2016!

Jogamos cerca de 10 partidas da demo e traremos aqui nossas primeiras impressões sobre o jogo, inclusive apontando algumas diferenças já notadas em relação ao seu antecessor, PES 2015. É importante que se mantenha em mente que a versão da demo ainda não foi terminada em sua integralidade, ou seja, é possível esperar que o jogo completo tenha algumas mudanças em relação à demo (como foi visto com PES 2015).

Curta o Pro players no Facebook!

Gráficos

Como já era de se esperar não houve mudanças bruscas nos gráficos, haja vista a manutenção da Fox engine utilizada no ano passado e retrasado. É possível notar um maior capricho na textura da bola do jogo. Quanto aos rostos dos jogadores, suas faces estão muito bem trabalhadas nas equipes europeias e seleções, porém não tão perfeitas quando o assunto é times brasileiros.

Tardelli e Dante
Visíveis melhorias no rastro da bola e demais efeitos com chuva

Destaque especial para os jogos durante chuva. Com o novo sistema climático do game é possível que se tenha, num mesmo jogo, pancadas de chuva intermitentes e, aliado a isso, temos um contraste muito bacana e bem feito quanto aos jogadores e a chuva. Foi dada maior atenção também aos rastros deixados no campo quando um jogador arranca com a bola (assim como já se via no Fifa).

Leia também:
Review de PES 2015 para PS3

Como ter rostos e nomes de jogadores brasileiros em PES 2015

PES 2015: Diferenças entre as versões do PS3 e PS4

Cena de entrada e animações de substituições

Uma das maiores reclamações dos fãs em PES 2015 foi a falta de cena de entrada dos jogadores em campo (ou sua presença apenas em determinados jogos como os da UEFA Champions League). Diferentemente do que se viu na demo de PES 2015, temos na demo atual logo de cara cenas de entrada e também animações de substituições.

Entrance scene

Jogabilidade

Possivelmente a maior mudança vista em relação a PES 2015. A impressão que se tem é que o jogo está muito mais fluído e os comandos com resposta mais rápida (praticamente instantânea). Os jogadores estão muito mais “leves” o que torna a armação de jogadas algo muito mais intuitivo. Se em PES 2015 você perdia contra-ataques ou bons lances em razão da demora da resposta de seu jogador ou simplesmente por que ele não conseguiu chegar na bola, você com certeza ficará feliz com a evolução do game neste aspecto.

Além disso, algo que foi muito bem trabalhado pela Konami é a sensação única de controlar determinados jogadores. Trata-se de algo que foi sempre bem feito por eles e que em PES 2016 fica evidente. Ao controlar Robben ou Neymar, por exemplo, é possível usar dribles, chutes e movimentos que lhe são exclusivos e característicos.

Em bolas enfiadas com o triângulo, percebe-se também uma maior probabilidade de acerto de passe em razão da melhoria da pontaria dos jogadores e também pelo fato de que os jogadores conseguem dar um sprint a mais para chegar na bola antes do defensor.

Quanto à defesa, temos que os desarmes estão muito mais precisos e a probabilidade de acertar uma boa roubada de bola é maior. O carrinho também está muito mais eficiente e, se acertado em tempo, resultará em uma roubada de bola e contra-ataque.

Escolha da formação

Em PES 2015, muitos jogadores reclamaram (e muito) do menu de edição de formação, instruções à equipe etc. Vemos uma grande evolução neste aspecto em PES 2016, que apresenta um menu muito mais simples e intuitivo:

Formation

Times disponíveis

Infelizmente estão disponíveis apenas 7 equipes na demo: Juventus, Roma, Bayern, Palmeiras, Corinthians, Brasil e França.

times

Estádios

A demo traz dois estádios, o da Juventus e a Arena Corinthians (que esperamos não ser o único estádio brasileiro do game):

Arena Corinthians
Arena Corinthians

Conclusão

Pensamos que a Konami acertou em cheio. Manteve os aspectos positivos de PES 2015 e aprimorou as questões mais criticadas pelos fãs da franquia, além de ter melhorado a jogabilidade e deixado o jogo muito mais fluído e divertido.

Porém, existem algumas perguntas que só serão respondidas após o lançamento do jogo. Como por exemplo: Haverá melhoria da qualidade dos servidores? Ou ainda, teremos licenciamento de equipes, nomes e rostos de jogadores brasileiros? Somente após o lançamento definitivo do game saberemos.

Quer alugar games e consoles em Curitiba? Conheça a Fragnight! Grande parceira do PP (basta clicar na imagem abaixo).

frag