Review – Dying Light para PS4

Review – Dying Light para PS4

Chegou a super aguardado jogo que une uma atmosfera de apocalipse zumbi com muita ação e movimentação frenética!


Mais de 1,2 milhão de pessoas já jogaram Dying Light! Veja aqui

Primeiramente, gostaríamos de agradecer à nossa parceira Central Psn por ter nos cedido o game do PS4 para que pudéssemos fazer a review.

banner_face01

Além disso, vamos disponibilizar também um código para 7% de desconto para compras no site! Para utilizá-lo basta ir até o carrinho de compras, clicar em utilizar cupom, inseri-lo e clicar Utilizar Cupom. Pronto, automaticamente o desconto é calculado!

Código de desconto: CPSNPRO
*A promoção é válida até 31/01/2015, o número de cupons é limitado! Corra!
**Cupons não válidos para Redeem Codes!
*** Limitado a 1 cupom por cliente.

dying-light-logo

Veja ainda:
Review Resident Evil HD Remastered para PS4

Tudo sobre Resident Evil Revelations 2

Review The Evil Within

Considerações introdutórias

Finalmente chegou a nova sensação de games de zumbi que promete alterar a noção que temos dos jogos do gênero. Com muita inovação em todos os aspectos, Dying Light apresenta uma proposta ambiciosa na qual o jogador é apresentado a um ambiente de apocalipse zumbi sem precedentes onde diversas surpresas e indefinições o aguardam.

História

O jogador assume controle de Kyle Crane. O jogo se inicia com Crane caindo de paraquedas em uma área de quarentena de uma cidade que foi devastada por um vírus zumbi.

Kyle Crane
Kyle Crane

Quando está prestes a ser morto por alguns zumbis, Crane é salvo por um grupo de pessoas que mora na área de quarentena e o aceita como seu novo membro.

Após isso, Crane é posto em diversas missões que visam o mesmo ganhar confiança dos demais membros e também são um vedadeiro tutorial de como controlar os diversos aspectos do personagem.

Porém o que eles não sabem é que Crane não perdeu sua memória e é na realidade um agente que trabalha para uma organização secreta.

Missão

Kyle Crane foi enviado para encontra Kadir Suleiman, um político que havia sido enviado para ajudar a conter a proliferação do vírus.

Gráficos

O que se vê em termos de gráficos é extremamente empolgante. Como o jogo é um exclusivo da nova geração, os desenvolvedores da Warner não tiveram que se preocupar em ter que adaptar o jogo à geração anterior, o que possibilitou ao jogo explorar amplamente o potencial da nova geração. Pudemos perceber (jogamos no PS4) um grande detalhamento nos rostos dos monstros. Isso se dá em razão da utilização de uma moderna engine gráfica chamada Chrome Engine 6.

dyingsoco

E esse realismo gráfico do game se vê tanto nas cenas que se passam de dia como nas que se passam à noite.

FINAL_night-610x343

Jogabilidade

Como já dissemos, ao jogar Dying Light você sentirá que está na realidade controlando um especialista em Parkour, e isso exige que o jogo tenha uma jogabilidade solta e livre.

Você precisará se livrar dos monstros rapidamente para poder completar as missões que lhe são impostas e isso não seria possível com uma jogabilidade travada e burocrática.

Talvez o único problema visto neste quesito diga respeito à mecânica utilizada para efetuar pulos no game. Como já falamos, é possível pular sobre diversos objetos como grades e pedaços de madeira pregados na parede.

Ocorre que para poder se segurar nesses objetos é necessário mirar exatamente onde você quer que o personagem pegue. Isso faz com que seja possível que Crane erre o local onde você queria ir e acabe caindo 10 ou 15 metros!

Apesar do que foi dito, com o tempo o jogador pega “as manhas” de como se movimentar rapidamente, podendo inclusive utilizar os próprios zumbis como objetos para pular em cima de carros ou casas.

Som

Os efeitos sonoros são bem precisos e evidentes. É possível perceber que cada interação com os objetos é única. Ou seja, cada movimento de parkour tem som diferente a depender da superfície em que é executado. Tudo feito com grade realismo (principalmente com o uso de um bom headset).

Idiomas

Infelizmente a versão digital que utilizamos só possui o idioma inglês (com legenda na mesma língua). Porém, a versão física oferece áudio e legendas em português.

Nova experiência de survival horror

Ao contrário da grande maioria dos jogos que têm zumbis em Dying Light raramente você deve utilizar armas de fogo, principalmente por que o barulho atairá muitos inimigos.

Batalha corpo a corpo

Em Dying Light o combate se dá no corpo a corpo, devendo o jogador optar por correr dos monstros, deixando o combate como um segundo recurso (e o uso de arma de fogo apenas como última opção).

Não é raro se ver cercado por dezenas de zumbis ocasião esta em que você deve lançar mão das suas habilidades de parkour. Crane personagem possui um enorme repertório de pulos, giros e movimentos que lhe serão muito úteis para poder escapar das ameaças vistas na rua.

Para a batalha com os monstros, o jogador utilizará armas de mão como pé-de-cabra, machados etc, porém é também possível usar armas de fogo, sendo a munição para elas bem escassa.

dyingarma

Em Dying Light (assim como em The Last Of Us) é possível customizar suas armas de mão, tornando-as mais fortes e resistentes.

dyingsuperzumbi
Cuidado: Não apenas zumbis o aguardam em Dying Light

Dia x noite

Em Dying Light o jogador deverá adotar importantes estratégias de sobrevivência para poder superar este verdadeiro pesadelo. Tudo isso deverá ser feito levando em consideração se a missão a ser feita ocorre de dia ou de noite.

Em Dying Light, durante o dia, os zumbis são lentos e calmos, e é essa a hora mais indicada para a busca de suprimentos e itens.

Já durante a noite, os monstros vivem verdadeira metamorfose. Os zumbis se tornam mais agressivos e velozes, sofrendo também algumas alterações em sua aparência.

Assim, quando for necessário sair da safe zone à noite o jogador deverá ter atenção redobrada, pois os danos que os monstros podem lhe causar chegam a ser fatais. Como você pode conferir abaixo, de noite os zumbis são mais agressivos e mais rápidos, o que lhes torna por consequência uma ameaça muito maior.

DYING LIGHT

Be the zombie/ Seja o zumbi

Em Dying Light temos o modo multiplayer online be the zombie no qual é possível assumir controle de um zumbi! Algo parecido já nos foi apresentado em Resident Evil 6. Nele é possível assumir controle de zumbis e também de cachorros em determinadas partes das campanhas.

bethe

Vale à pena?

Dying Light oferece uma experiência nova para os fãs de jogos de zumbi. É um jogo diferente de games de outras séries de FPS/ apocalipse zumbi como Left For Dead, por exemplo.

Enquanto L4D é mais um shooter, Dying Light consegue reunir elementos diversos de games diferentes o que acaba por tornar a experiência de jogá-lo única.

Ou seja, não é só tiroteio. Tem que ter estratégia, habilidade e velocidade para poder cumprir os diversos objetivos que o jogo lhe traça. E isso acaba por tender o jogo mais para o lado da ação do que de um survival horror propriamente dito (apesar de haver elementos do gênero no jogo).

Assim, Dying Light é uma compra certa para quem é fã de jogos do gênero, principalmente pelo fato de aliar elementos de survival horror e ação em um game muito interessante.

Gostou? Comenta ali em baixo!

Nossa análise

NOTA: 9

PRÓS

Nova abordagem interessante para um apocalipse zumbi;
Elementos de Parkour oferecem ao jogador uma experiência nova e divertida;

CONTRAS

Tutorial um pouco longo demais;

História e personagem principal poderiam ser melhores;

Sistema de controle de pulo é um pouco frustrante.

Se você gostou do post, pedimos que curta nossa fan page no facebook  e que também compartilhe com seus amigos. Você receberá em sua timeline posts e notícias diárias sobre games do passado, presente e futuro.

  • João Gabriel Dutra

    Por favor, sabem se vai ter atualização pra o digital vir com legendas em português ?

  • Marcelo Munhoz da Rocha

    João. Estamos tentando descobrir isso. Se soubermos de algo te respondemos aqui.

  • Denizard Lopes

    O jogo não foi produzido na UNREAL ENGINE 4?

  • Olá Denizard.

    Creio que não. Onde você conseguiu esse informação?