Super Mario World

Super Mario World é um dos melhores jogos da história. Talvez apenas essa frase já bastasse para descrever um game que até hoje gostamos de jogar, nem que seja apenas para repetir as primeiras fases, matar um tempo, ou então fechar o game rapidamente usando  o caminho da estrela…

mariocapa

 

Por “n” motivos não farei um review para um game assim. Estamos em 2013 – 22 anos após seu lançamento, já existem gráficos absurdamente realistas, games de plataforma maravilhosos, e ele ainda tem seu brilho. Não temos aqui um game “comum” que pode ter sua qualidade expressada em uma nota de 0 a 10. Mas se há uma nota justa,  ela é 10 com toda certeza.

Por muito tempo achei que esse brilho só existia para nós que o jogamos desde crianças e por todos os outros anos depois de seu lançamento (ao menos uma vez ao ano me deparo jogando Mario World), até que notei que mesmo os mais novos se interessam pelo game desde a primeira vez que o jogam.

Não perca! Os melhores jogos do SNES. Clique abaixo

banner melhores snes

Era simples e complexo ao mesmo tempo

Se a primeira vista Super Mario World parecia uma versão apenas mais bonita do excelente Super Mario Bros 3, com alguns minutos de jogo já mostrava toda a sua profundidade. Logo na primeira fase do segundo mundo, o jogo ensinava o jogador a ser sedento pelas passagens e fases secretas.

As 96 fases diferentes do jogo foram visitadas pela maioria dos gamers, quando ser hardcore era um prazer, e não um sacrifício como é hoje em games cheios de segredos e nenhuma diversão. Sem prometer nada, Mario Word oferecia um replay praticamente infinito.

Relembre o Manual do jogo. Basta clicar na imagem abaixo:

marioyoshi

 

Super Mario Word no SNES, no GBA, no PS2, no PC, no Wii, no celular…

Já perdi a conta do número de sistemas diferentes que já joguei Mario Word, mas o título acima reflete uma sequência muito verdadeira. Fosse no próprio Super Nintendo com o cartucho original da Playtronic, totalmente em português, passando pela ótima versão para GBA, ou ainda no emulador de SNES para PS2 – o Snes Station…

maiorrrr

 

A própria Nintendo percebeu que investir em nostalgia era uma clara fonte de renda e expansão da série, lançando para Wii através da loja virtual da empresa. Hoje com os avanços absurdos da tecnologia, jogar Super Mario World em qualquer smartphone é mais leve que jogar o jogar tetris nos primeiros celulares.

Veja também!

Não sabe o que são roms e emuladores? Veja nosso post completo aqui

BANNER 64

 

 

 

O lançamento

Super Mario World foi lançado em 1991, quando a franquia já era sucesso mundial após a primeira e a terceira versões (a segunda realmente foi algo bizarro na história de Mario). Se tornou um enorme sucesso crítico e comercial, sendo o jogo mais vendido do Super Nintendo e um dos mais vendidos da história, com 20 milhões de cópias vendidas no mundo. Parte do sucesso em vendas foi que por anos o jogo acompanhava o console, com o preço embutido.

mariosnes

 

No Japão, Super Mario World foi lançado como Super Mario Bros. 4, como um dos jogos de lançamento para o Super Nintendo, ao lado apenas de F-Zero.

A história de Mario World

A história era bastante simples, e parecida com as que viriam mais tarde na versão principal. Mario, seu irmão Luigi e a Princesa Toadstool estavam de féria na Ilha dos Dinossauros (local de origem do Yoshi) até que Bowser sequestra Toadstool e também os habitantes do lugar em ovos mágicos, distribuindo um ovo para cada um de seus sete filhos proteger. Mario e Luigi partem então pelos 7 mundos diferentes, derrotando cada um dos filhos de Bowser, até chegar ao castelo final onde o tirano se esconde e aprisionou a princesa.

mariosss

 

Características do jogo

O modo de dois jogadores presentes aqui permitia um revezamento entre os players, onde um controlava Mario e outro Luigi. Não havia aqui a diferença entre os dois que foi surgindo nos anos seguintes (Luigi tornou-se mais leve e capaz de flutuar um pouco no ar após seu salto).

Veja nosso especial sobre como programar para Super Nintendo

A inesquecível trilha sonora do jogo foi composta por Kōji Kondō, com canções simples mais extremamente marcantes.

marioyoshi

 

Super Mario World era dividido em mapas diferentes (os 7 mundos) mais algumas áreas especiais, todas formando um grande mapa único. O mapa exibia diferentes paisagens dentro de cada mundo, que também refletiam no estilo das fases daquele mundo.

Outro interessante acréscimo do game foram os Palácios do Interruptor (chamados assim na versão brasileira. Com pontos de exclamação amarelos, azuis, vermelhos e verdes, blocos especiais eram “liberados” nas fases, revelando passagens secretas e facilitando a vida dos jogadores. Acreditamos que praticamente todas as passagens as passagens secretas e itens poderiam ser liberados sem o uso de nenhum destes blocos, mas com dificuldade elevada.

Mundos de Super Mario World

Ilha do Yoshi: O primeiro mundo do game é na verdade uma pequena ilha onde viviam os 7 yoshis. Seu chefe é O chefe aqui é Iggy Koopa, o primeiro dos filhos do Bowser.

Planícies da Rosquinha: Com vários segredos, temos aqui um planalto forma de uma rosquinha. O chefe da vez é Morton Koopa Jr.

mariomundos

Todas as fases com mais de uma saída em Mario World eram marcadas por pontos vermelhos no mapa

Cúpula da Baunilha: A primeira caverna do game possuía duas formas de sair, uma inclusive fugindo do chefe e dando acesso a primeira das fortalezas do game. Seu chefe pelo caminho normal é Lemmy Koopa.

Área das Pontes Gêmeas: Duas pontes encontradas após a saída normla da Cúpula da Baunilha. Temos aqui a Ponte do Queijo e a Ponte da Manteiga. Após passar pela Ponte do Queijo há a Montanha do Biscoito, onde no topo encontramos o chefe, Ludwig von Koopa.

Floresta da Ilusão: A imensa floresta do game tem muitos caminhos secretos e pode confundir os jogadores, com diferentes saídas. Seu chefe é Roy Koopa.

Ilha do Chocolate: Um mundo realmente diferente do restante do jogo, com inimigos e estilos realmente únicos em SMW. Nas proximidades encontramos um navio naufragado onde Bowser se esconde. Seu chefe é Wendy O. Koopa.

Vale do Bowser: Um vale escondido em uma enorme gruta com o formato da cabeça de Bowser. Seus chefes são Larry Koopa e também o pai de todos eles, Bowser.

Veja como rodar emuladores no Iphone sem jailbreak

O caminho da estrela

Um dos mundo especiais em Mario World era o chamado Caminho da Estrela. Para chegar nele existiam ao menos 5 formas, cada uma vindo de um mundo diferente, conforme você evoluia no game. O primeiro dos atalhos estratégicos para o caminho da estrela possibilitavam chegar ao fim do game em poucos minutos, inclusive.

caminho da estrela

 

Além de tudo isso, era através do caminho da estrela que o mundo mais secreto de todos, o “especial” poderia ser acessado, com easter eggs e fases com designs totalmente fora do padrão do jogo, incluindo mensagens de agradecimento dos produtores.

Zona Especial:

Conforme comentamos, ao final do caminho da estrela pode-se chegar a zona especial (através de uma saída secreta na última fase do caminho da estrela). Sua fases e estrelas formam o nome “especial”, muito bem vindo para a proposta deste mundo, diga-se de passagem.

mundo especial

 

Por algum motivo, todas as fases possuíam nomes baseados em gírias do surf, que traduzidos para português eram: “Nodoso”, “Tubular”, “Legal”, “Fantástico”, “Ondulado”, “Mondo”, “Ultrajante” e “Bacana”. Qual o prêmio para quem completasse todas as fases? Um mundo totalmente novo, ao menos em aparência, aguardava os jogadores, além dos inimigos.

Outro segredo marcante de Super Mario World que aparece no mundo especial é o remix da música do Super Mario Bros. original.

Tudo sobre Goof Troop, um clássico do SNES!

Os relançamentos

O primeiro relançamento de Mario World foi para o Game Boy Advance. Com o nome de Super Mario World: Super Mario Advance 2, trazia jogabilidade modificada, onde Mario e Luigi realmente eram personagens diferente entre sim. O segundo relançamento oficial foi para o Virtual Console do Wii em 2007, sem nenhuma diferença para o jogo original de SNES.

mario 2

 

Super Mario World 2

Super Mario World teve uma sequência , o diferente mas não menos incrível Super Mario World 2: Yoshi’s Island. Aqui o destaque era total para Yoshi, trazendo uma jogabilidade diferente de tudo que a Nintendo já havia feito até então, com um resultado que é tido como o melhor jogo de plataforma de todos os tempos para muitos. Não vendeu nem perto da versão original por ter sido lançado no fim da vida do Super Nintendo, com o Nintendo 64 já nas lojas. A história de Super Mario World 2 é anterior a do primeiro jogo, mostrando Mario ainda bebê e como a história de companheirismo entre os dois começou.

yoshi

 

Não deixe de ler!

BANNER CUBE

Outro diferencial de SMW2 era o chip Super FX 2, que apareceu apenas no cartucho e garantia uma capacidade de processamento ainda maior que o FX 1 e garantia gráficos lindos no SNES sem a necessidade da pré renderização usada pelas Rare, como em games da série Donkey Kong Country.

Concluindo

Pretendo em breve trazer mais conteúdo sobre o game, alguns vídeos mostrando curiosidades… Super Mario World é uma fonte sem fim de diversão. Com sua jogabilidade simples, fácil de dominar completamente (Coisa que hoje em dia toma horas, dias, e torna a experiência chata em muitos games), e também é relativamente fácil descobrir todas as 96 saídas, mas consome um certo tempo e a recompensa vale cada segundo.

Mario World é sem dúvidas um dos melhores jogos do Super Nintendo. Conheça os outros aqui

Enfim, acho pouco provável que você que leu o post não conheça e nunca tenha jogado SMW, mas se por acaso não o fez, largue tudo que você esteja jogando, gaste horas com Super Mario World e volte para nos contar como foi. Tenho certeza que não se arrependerá!

Se esse conteúdo foi útil para você pedimos que curta nossa fan page no facebook para posts e notícias diárias sobre games do passado, presente e futuro.